282015ago

EMTr versus ECT

Tanto a estimulação magnética transcraniana – EMTr quanto a eletroconvulsoterapia – ECT utilizam técnicas que modulam os neurotransmissores como a serotonina, dopamina, noradrenalina e glutamato, com o objetivo de modificar o humor e restabelecer o funcionamento cerebral normal. A ECT é uma estimulação elétrica do cérebro, que induz disparos rítmicos autolimitados, visando o alívio dos sintomas da doença, principalmente a depressão. A EMTr gera breves campos magnéticos, semelhantes aos utilizados nos aparelhos de ressonância magnética, que ativa ou inibe determinadas regiões no cérebro, de acordo com o objetivo terapêutico.

Dra. Marina Odebrecht Rosa, CRM: 107447 – SP | RQE: 47901. Dr. Moacyr Alexandro Rosa, diretor técnico, CRM: 69816 – SP | RQE: 47876. IPAN – Instituto de Psiquiatria Avançada e Neuromodulação.