232010fev

O Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC) é um transtorno de ansiedade que se caracteriza por pensamentos obsessivos e compulsivos no qual a pessoa tem comportamentos considerados esquisitos. Em geral, trata-se de ideias exageradas e irracionais de saúde e rituais de difícil controle.

De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano 2020 o TOC estará entre as dez causas mais importantes de comprometimento por doença.

A intervenção terapêutica pode ser medicamentoso e não medicamentoso. O medicamentoso utiliza antidepressivos inibidores da recaptação de serotonina. A terapia cognitivo-comportamental é uma abordagem não medicamentosa com comprovada eficácia sobre o transtorno. Seu princípio básico é expor a pessoa à situação que gera ansiedade, começando pelos sintomas mais brandos. Os resultados costumam ser melhores quando se associam os dois tipos de abordagem terapêutica.

Dra. Marina Odebrecht Rosa, CRM: 107447 – SP | RQE: 47901. Dr. Moacyr Alexandro Rosa, diretor técnico, CRM: 69816 – SP | RQE: 47876. IPAN – Instituto de Psiquiatria Avançada e Neuromodulação.