12012dez

ansiedade tag ipanO que é o transtorno de ansiedade generalizada (TAG)?
A ansiedade é um sentimento desagradável, que se acompanha de sensação de sufocação e falta de ar, frio no estômago, aperto no peito, aceleração do coração e tremores. Ela não é um estado normal, mas é uma reação normal, esperada em determinadas situações. É necessária à auto-preservação, funcionando como um sinal de alerta que leva as pessoas a se defenderem das ameaças.

Saiba mais sobre o Tratamento do TAG AQUI!

No transtorno de ansiedade generalizada experimenta-se uma ansiedade ininterrupta, crônica, vaga e indefinida, que se caracteriza por ter uma duração e intensidade desproporcionais às situações, a qual, além de não ajudar, dificulta as reações de defesa ao perigo. Pode vir acompanhada de irritabilidade, tensões musculares, perturbações no sono etc., e costuma causar um comprometimento significativo no funcionamento social ou ocupacional da pessoa, podendo gerar um acentuado sofrimento. Embora não seja exatamente a mesma coisa, o TAG corresponde, mais ou menos, ao que se denominava neurose de angústia.

Quais os sintomas do TAG?
Os sintomas são muito variados e o trabalho inicial do médico deve ser o de excluir outras doenças que possam apresentar sintomas semelhantes. Geralmente a pessoa sente tremores, inquietação, dor de cabeça, falta de ar, suor em excesso, palpitações, irritabilidade, tem problemas gastrointestinais inespecíficos e facilidade em alterar-se emocionalmente. Muitos indivíduos também experimentam sintomas somáticos como mãos frias e pegajosas, boca seca, sudorese, náuseas, diarreia, micção frequente, dificuldade para engolir ou “nó na garganta” e uma resposta exagerada ao sobressalto. Esses indivíduos são excessivamente preocupados, o que pode acarretar prejuízos à sua saúde física e mental.

A associação com outros transtornos mentais ocorre em 80-90% dos pacientes. Outros transtornos de ansiedade podem ocorrer em 50 a 60% dos pacientes; a depressão maior em mais de 60% dos casos.

Em quem ocorre o TAG?
O TAG ocorre em pessoas de todas as culturas, mas em algumas delas a ansiedade é expressada predominantemente por sintomas somáticos e, em outras, por sintomas cognitivos. Em crianças e adolescentes, a ansiedade generalizada envolve preocupações com a escola ou eventos esportivos. Estima-se que cerca de 5% das pessoas são afetadas pelo TAG em algum momento da vida. Delas, cerca de 2/3 são mulheres.

Como evolui o TAG?
Mais de 50% daqueles que sofrem do TAG relatam que ele iniciou na infância ou na adolescência, mas o começo após os 20 anos também é relatado. O curso é crônico, mas oscilante, e piora durante os períodos de estresse.

Como deve ser o tratamento do TAG?
O tratamento básico é psicoterápico, mas também se utiliza medicação (ansiolíticos e/ou antidepressivos). A maioria das pessoas experimenta uma acentuada redução da ansiedade com esses métodos. A psicoterapia (analítica ou não) sempre é uma ajuda importante.

ABC.MED.BR, 2011. Transtorno de ansiedade generalizada. O que é?