162011mar
Eletroconvulsoterapia na população idosa

Fundador do IPAN coordena pesquisa patrocinada pelo governo norte americano na Universidade de Duke

Dr. Moacyr Rosa, fundador do IPAN, foi convidado a integrar a equipe da Universidade de Duke pela Professora Titular Dra. Sarah Lisanby, que já foi chefe da Divisão de Neuroestimulação da Universidade de Columbia, também nos Estados Unidos. O psiquiatra e pesquisador faz parte do Departamento de Psiquiatria e trabalha no Laboratório de Neuroestimulação.

O Dr. Moacyr Rosa coordena uma pesquisa patrocinada pelo Instituto Nacional de Saúde Mental do Governo Americano. O nome do estudo é PRIDE (do inglês: Prolonging Remission In Depressed Elderly), remissão prolongada da depressão em idosos. O estudo avalia pacientes maiores de 60 anos que remitem (taxa de remissão está em 85%) com eletroconvulsoterapia (ECT) ou seja, os pacientes que apresentam melhora da depressão. Eles são alocados para receber manutenção com ECT ou medicação. Depois, os dois grupos serão comparados.

A pesquisa, que tem bolsa do Instituto Nacional do Governo Americano, utiliza modelos computacionais para estudar a distribuição dos campos elétricos e magnéticos no cérebro durante ECT e estimulação magnética transcraniana (EMTr).

Dr. Moacyr Alexandro Rosa, diretor técnico, CRM: 69816 – SP | RQE: 47876.