O IPAN oferece dois programas de estágio com vivência na prática clínica:

1) Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva (EMTr)

2) Eletroconvulsoterapia (ECT)

A programação conta com treinamento intensivo em Estimulação Magnética Transcraniana ou em Eletroconvulsoterapia. O aluno pode escolher qual deles é de seu interesse. A duração de cada estágio é de 30 horas seguido por avaliação teórica e prática. Os estágios acontecem nas 2 primeiras semanas de todo mês e são disponibilizadas 2 vagas por semana.

O estágio é destinado exclusivamente a médicos que queiram aprender, conhecer mais profundamente cada um destes tratamentos. Com abordagem teórico-prática, os estagiários obterão conhecimento e capacitação para realizar as técnicas mais modernas disponíveis com segurança e desenvoltura.

O programa inclui desde conceitos básicos mais dirigidos ao iniciante, como indicações e contraindicações e manejo da aparelhagem, até conceitos mais aprofundados, com a individualização da carga terapêutica.

Ao final do estágio, o médico deve ser capaz de indicar corretamente o método e fazer uso seguro e eficaz da técnica em sua prática clínica.

Os principais pontos abordados durante o estágio são descritos abaixo:

1) Estimulação magnética transcraniana:

Estimulação magnética - IPAN

Estimulação magnética – IPAN


1)  Medir o limiar motor (visual e eletromiográfico)
2)  Localizar os principais alvos de tratamento através do sistema 10/20 de posicionamento de eletrodos
3)  Manejar um neuronavegador para posicionamento mais preciso e individualizado da estimulação
4)  Manejar os aparelhos de estimulação magnética transcraniana (superficial e profunda), fazendo as diferentes combinações de parâmetros de tratamento existentes

2) Eletroconvulsoterapia:

ECT - IPAN

ECT – IPAN

1) Localização de eletrodos
2) Técnica de aplicação e dosagem do estímulo
3) Parâmetros terapêuticos
4) Monitorização padrão e com EEG