Fiz 22 sessões de eletroconvulsoterapia (ECT) e melhorei bastante! Paciente entrevistada no Programa Tabu, da National Geographic Channel

Descobrimos o tratamento por meio de uma amiga que é médica. Não tive temor nenhum, minha expectativa era bem alta, ou melhor, tinha muita esperança de melhora. Inicialmente tentamos a EMTr, após 7 sessões, optamos pelo ECT.

Fiz 22 sessões. Melhorei bastante, mas continuei com medicação. Utilizei e utilizo até hoje vários medicamentos. Mudei de remédio e de dosagem após o tratamento. Ainda sinto angústia, tanto é, que precisei ser internada mais uma vez para conter a ansiedade que era alta. Segundo os médicos que me atenderam na clínica e conhecem o meu histórico, acham que depois do tratamento eu melhorei bastante. Fiquei pouco tempo internada, embora ainda precise de uma dosagem alta de remédios. Quanto às mudanças que ocorreram após o tratamento, acredito que foram a retomada de minhas atividades no lar.

Quanto à receptividade da clinica e dos profissionais, eu daria nota 10.

Todo a equipe do dr. Moacyr, foi excelente, muito receptiva e amorosa. O ambiente é bastante acolhedor, toda a equipe está de parabéns.

S. M. C., Paciente de EMTr e ECT
Dr. Moacyr foi o especialista escolhido pelo Programa Tabu, da National Geographic Channel, para falar sobre Eletroconvulsoterapia (ECT) e o depoimento da paciente S.M.C. e sua irmã, que viram suas vidas mudarem positivamente com o tratamento de ECT.

Veja mais informações da entrevista Aqui!

S.M.C., 59 anos

Do lar, São Paulo, 2012