122002mar

Nesta carta aos editores, o Dr. Moacyr Rosa comentou o artigo publicado sobre a revisão das novas técnicas de Neuroestimulação na psiquiatria, principalmente a EMT (Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva) e Eletroconvulsoterapia (ECT).

Avanços recentes nas técnicas de neuroimagem funcional. O artigo “Uma revisão de novas técnicas de neuroestimulação em psiquiatria”, publicado neste periódico, fornece uma excelente visão geral da técnica de EMTr entre outros novos métodos. A EMTr tornou-se uma importante ferramenta não farmacológica para o tratamento de distúrbios psiquiátricos.

Os autores enfatizaram que ainda é necessário definir melhores parâmetros a serem utilizados para otimizar os efeitos terapêuticos desta técnica, como a porcentagem do limiar motor, frequência da estimulação, a duração de cada aplicação, o intervalo entre as sessões, etc. 2 Eu gostaria de comentar um aspecto adicional que requer uma avaliação mais aprofundada: o número de dias de tratamento com EMTr, que não foi discutido no artigo de Jho et al.

Em quase todos os ensaios relatados até o momento, a duração do tratamento variou de uma a duas semanas (correspondendo a aproximadamente 5 a 10 aplicações). Um estudo interessante realizado por Pridmore et al na Austrália relatou uma comparação cega entre ECT e EMT para pacientes com depressão maior sem limitar o número de sessões. Um grupo de 32 pacientes foi dividido aleatoriamente para receber EMT de alta frequência ou ECT unilateral. Nos dois subgrupos, as aplicações foram continuadas até ocorrer melhora clínica.

Os pacientes que receberam EMT precisaram de uma média de 13,1 + 3,1 sessões para alcançar remissão clínica. Com base nesses dados, pode-se levantar a hipótese de que, da mesma forma que a ECT, a EMT exige que períodos prolongados de tratamento sejam clinicamente eficazes, possivelmente três semanas em média.

Moacyr Alexandro Rosa. Recent advances in funtional neuroimaging techniques. Carta aos Editores. Rev. Bras. Psiquiatr. vol.24 no.1 São Paulo Mar. 2002.

Saiba mais sobre Neuroestimulação!