242016jun

O EXERCÍCIO INTENSIVO ESTIMULA A PRODUÇÃO DE NEUROTRANSMISSORES CRÍTICOS

Um novo estudo a partir de neuroimagens mostra por que as pessoas que se exercitam intensivamente têm melhor aptidão mental. Conduzida pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, a pesquisa contribui para que se desvende, aos poucos, o complexo metabolismo cerebral envolvido tanto no funcionamento saudável do cérebro quanto na ocorrência de patologias.

Confira matéria na Revista Psique, edição Abril/Maio – 124