82019maio
Estimulação Magnética Transcraniana na Esquizofrenia

A Estimulação magnética transcraniana (EMTr) vem sendo utilizada para aliviar as alucinações auditivas da Esquizofrenia.

A Esquizofrenia é um transtorno psiquiátrica grave caracterizado por dois ou mais sintomas tais como: alucinações auditivas, visuais, ou sinestésicas, delírios, paranóia, desorganização da fala (incompreensível), catatonia e/ou sintomas depressivos. Estes sintomas devem estar presentes por, pelo menos, quatro semanas.
A esquizofrenia acomete pessoas de quaisquer idade, gênero, raça, classes sociais e país. Segundo estudos da OMS (Organização Mundial de Saúde) atinge cerca de 1% da população mundial.

Em geral, o tratamento é realizado por medicações antipsicóticas. Recentemente, o Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamentou o uso da estimulação magnética para tratar depressão unipolar e bipolar e as alucinações auditivas da esquizofrenia.
O objetivo da EMTr é estimular áreas específicas do cérebro, por meio de pulsos magnéticos gerados por um equipamento desenvolvido para esta técnica. O tratamento é capaz de gerar mudanças controladas nos neurônios (células do sistema nervoso responsáveis pela condução do impulso nervoso) de regiões específicas do cérebro, ativando-os ou inibindo-os, de acordo com o objetivo terapêutico. A EMTr tem se mostrado segura, com poucos efeitos colaterais e é mais uma opção terapêutica para portadores de esquizofrenia