242015nov
Eletroconvulsoterapia no idoso com Depressão

Dr. Moacyr falou sobre ECT no idoso no Curso de Aperfeiçoamento em Psiquiatria Geriátrica HCFMUSP

O PROGRAMA TERCEIRA IDADE – PROTER, foi fundado em 1994 como um grupo de assistência, ensino e pesquisa na área da saúde mental do idoso.

IMG_6417


Clique Aqui e saiba mais sobre a Eletroconvulsoterapia!


Foi criado com a missão de oferecer aos pacientes, com mais de 60 anos, assistência com qualidade na área da Psicogeriatria, e ser referência nacional em pesquisas científicas nessa área de atuação.

A depressão no idoso é um transtorno muito comum e frequentemente sub-diagnosticado. A evolução é muitas vezes rápida e grave, devido à menor capacidade adaptativa do cérebro com o passar dos anos. O risco de suicídio está frequentemente aumentado nesta população.

IMG_6415

Além da tendência a uma maior gravidade e a uma evolução mais rápida, os idosos costumam ter menor tolerância aos efeitos colaterais das medicações antidepressivas. Por este motivo a eletroconvulsoterapia é uma opção terapêutica muito útil nestas circunstâncias.

A evolução técnica que a ECT sofreu nos últimos anos a transformou em um tratamento seguro, indolor e com poucos efeitos colaterais. O uso de posicionamento unilateral de eletrodos e de pulsos ultra-breves reduziu drasticamente os efeitos colaterais cognitivos podendo-se considerar a ECT como uma opção de primeira linha nas depressões graves do idoso.