242003fev

Estimulação magnética transcraniana de repetição: comparação da eficácia com a eletroconvulsoterapia

Tese de doutorado do Dr. Moacyr Alexandro Rosa foi realizada no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq – HCFMUSP) e pela Universidade de Harvard (Boston, Massachusetts), com bolsa de estudos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 2003 e comparou a eficácia da EMTr (Estimulação magnética transcraniana de repetição) com a ECT (Eletroconvulsoterapia).

O trabalho traz uma extensa revisão das técnicas EMTr e ECT, suas indicações, contra-indicações e efeitos colaterais. Trinta e cinco pacientes com Depressão Maior unipolar refratária, sem sintomas psicóticos, participaram do estudo, que revelou eficácia equivalente entre os dois tratamentos.

Tese:

“Estimulação magnética transcraniana de repetição: comparação da eficácia com a eletroconvulsoterapia” (Repetitive transcranial magnetic stimulation: comparison of efficacy with electroconvulsive therapy). Rosa, Moacyr Alexandro. Orientador: Marcolin, Marco Antonio. Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq/FMUSP). São Paulo, 2003.

Artigo publicado da Tese:

Moacyr Alexandro Rosa, Gattaz WF, Pascual-Leone A, Fregni F, Marina Odebrecht Rosa, et al. “Comparison of repetitive transcranial magnetic stimulation and electroconvulsive therapy in unipolar non-psychotic refractory depression: a randomized, single-blind study”. Int J Neuropsychopharmacol. 2006 Dec;9(6):667-76.