A Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva – EMTr – (do inglês Repetitive transcranial magnetic stimulation – rTMS) é uma técnica reconhecida para o tratamento da depressão (unipolar ou bipolar) e esquizofrenia. Tem como objetivo estimular áreas específicas do cérebro, por meio de pulsos magnéticos gerados por um equipamento desenvolvido para esta técnica. O tratamento pode gerar mudanças controladas nos neurônios (células do sistema nervoso responsáveis pela condução do impulso nervoso) de regiões específicas do cérebro, ativando-os ou inibindo-os, de acordo com o objetivo terapêutico.

O transtorno bipolar é um transtorno afetivo caracterizado pela variação extrema do humor entre uma fase depressiva e eufórica. A fase de euforia, também chamada de mania bipolar é identificada por agitação psicomotora, humor exaltado, manias de grandeza, loquacidade, insônia, perda do senso crítico, exaltação da sexualidade, agressividade entre outros. A fase depressiva, conhecida também como a depressão bipolar, é caracterizada por humor depressivo (tristeza), perda da energia, diminuição do prazer em atividades habituais, alterações do sono e apetite, falta de concentração, esquecimentos, dificuldade para tomar decisões, isolamento social, experiência subjetiva de grande sofrimento, sentimento de culpa, pensamentos de morte e de suicídio que comprometem a vida como um todo.

O transtorno bipolar afeta homens e mulheres igualmente. Ele geralmente tem início entre os 15 e 25 anos. A causa exata ainda é desconhecida, mas ocorre com mais frequência em familiares de pessoas acometidas com este transtorno.

Fatores estressantes, tais como: mudanças na vida, uso de drogas, medicamentos antidepressivos, insônia prolongada, podem desencadear um episódio de mania em pessoas com transtorno bipolar.

Existem alguns tipos de transtorno bipolar, por exemplo o do tipo “um” apresentam pelo menos um episódio maníaco e períodos de depressão profunda. O tipo “dois” é caracterizado por períodos de hipomania, com elevação de energia e impulsividade que não são tão intensos como os da mania. Esses episódios se alternam com episódios de depressão. A Ciclotimia é uma forma leve de transtorno bipolar que envolve oscilações de humor menos graves.

O controle do sintomas do transtorno bipolar é realizado por medicamentos estabilizadores do humor (por exemplo: carbonato de lítio, valproato, divalproato de sódio, entre outros) e/ou antidepressivos, dependendo da fase da doença (fase depressiva e/ou fase de euforia).

A EMTr pode ser recomendada na fase depressiva (depressão bipolar), quando os remédios não surtiram efeito e/ou quando os mesmos causam efeitos colaterais indesejáveis. A técnica consiste em estimular o cérebro por meio de ondas magnéticos com o objetivo de restabelecer o funcionamento normal. A EMTr é realizada no consultório, não requer anestesia, a pessoa fica acordada e as atividades rotineiras podem ser seguidas normalmente. As sessões são diárias (com intervalo aos fins de semana) e o número é definido individualmente, em geral, entre 15 a 20. A EMTr é segura, com poucos efeitos colaterais (desconforto e dor de cabeça passageira).

Dra. Marina Odebrecht Rosa, CRM: 107447 – SP | RQE: 47901. Dr. Moacyr Alexandro Rosa, diretor técnico, CRM: 69816 – SP | RQE: 47876. IPAN – Instituto de Psiquiatria Avançada e Neuromodulação.

Todos direitos reservados

Referências:

  • American Psychiatric Association (APA). Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-V. 5th ed. APPI – American Psychiatric Association / John Scott and Company; 2013.
  • Benjamin J. Sadock, Virginia A. Sadock and Pedro Ruiz. Kaplan and Sadock’s Comprehensive Textbook of Psychiatry. LWW; Ed.: Tenth, 2 Vol, 2017.
  • Princípios e Práticas do uso da Neuromodulação Não Invasiva em Psiquiatria. Andre Russowsky Brunoni, Editora Artmed, 2017.